CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA FEBRE AFTOSA SERÁ REALIZADA EM NOVEMBRO
TERRA ROXA -19/10/2016
 
 

A Secretaria de Agricultura de Terra Roxa está se preparando para iniciar a Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa. A vacina é obrigatória para animais de 0 a 24 meses de idade. A campanha acontece do dia 01 até 30 de novembro e os produtores deverão apresentar a Nota Fiscal de compra na Secretaria de Agricultura, localizada no Centro Administrativo Municipal.

As vacinas podem ser adquiridas nas casas agropecuárias do município e os criadores devem levar o conservador térmico para adquirir as doses. A campanha é realizada em parceria com a Adapar (Agência de Defesa Agropecuária do Paraná).

OBRIGATORIEDADE DA VACINAÇÃO E COMPROVAÇÃO

A aquisição e aplicação da vacina contra a febre aftosa é de responsabilidade dos proprietários dos animais. A vacinação e a comprovação são obrigatórias, estando prevista em legislação estadual.

A não vacinação ou não comprovação implica em multa mínima de R$ 752,80, podendo ser maior para rebanhos com mais de 10 cabeças, além de não poder transportar seus animais para qualquer finalidade.

COMPROVAÇÃO ONLINE

O produtor pode realizar a comprovação da vacinação pela internet, acessando a página da ADAPAR (www.adapar.pr.gov.br). Será feita em duas etapas: 1°) cadastro da venda da vacina pelo revendedor e 2°) comprovação pelo produtor. Ao acessar o link na página da ADAPAR, haverá instrutivo sobre esta forma de comprovação. O produtor somente conseguirá efetuar a comprovação pela internet após o revendedor também ter cadastrado a venda da vacina.

COMO COMBATER A FEBRE AFTOSA?

A vacinação tem papel fundamental na prevenção e erradicação da febre aftosa. A forma mais eficiente, prática e barata de prevenção é por meio da vacinação dos bovinos e búfalos, durante as campanhas de vacinação que ocorrem a cada seis meses, sempre em maio e novembro.

Além da vacinação, outra estratégia fundamental é a vigilância sanitária, com destaque para o cadastramento do setor pecuário e o controle do trânsito de animais, visando impedir que animais contaminados entrem no estado. Por isso são feitas as fiscalizações do transporte animais.

 

 
 
FONTE: Assessoria de Imprensa / pmtr
 
 
LINK